O caminho é um estado permanente de consciência do agora, vibrando em sintonia com o todo universal. 
Meridiano do Coração Enviar por E-mail

 

Propriedades:
• Fluxo do Meridiano: começa debaixo da axila, desce pelo braço indo até o dedo mínimo.
• Hora do dia de maior atividade: das 11hs às 13hs.
• Elemento Associado: fogo
• Órgão Complementar ou Companheiro: Intestino Delgado

Função e Características
Se imaginarmos o corpo e a mente como sendo um veículo, como um automóvel fazendo uma jornada vital, cada par de órgãos irá ter seu papel específico nesta jornada. O coração, e seu complementar, o intestino delgado, seriam equivalentes ao motor e o combustível deste veículo. O coração é lar da energia vital e do espírito.

Desnecessário dizer que o coração é a fonte da bioenergia. Como vimos, de acordo com a Medicina Oriental, o ser humano é rodeado por uma aura ou campo de energia eletromagnética. Esta aura de energia alimenta os órgãos através dos meridianos para que funcionem adequadamente.

Dos quatro meridianos que estão sob o controle do elemento fogo, o coração é considerado o mais importante. Tem duas funções primárias – “fazer” ou produzir o sangue e distribui-lo pelos vasos sanguíneos, e ser a residência da mente. O coração controla a vida e o movimento. É o responsável pela qualidade da pulsação. É também o centro da nossa existência emocional, por isso fortes emoções prejudicam o coração e seu parceiro, bem como outros órgãos/meridianos associados especificamente com a emoção sentida.

A fala é governada pelo coração, por isso qualquer problema na fala está associado a este meridiano. Rir demais sem razão aparente para tanto e falar sem parar também são sinais de desequilíbrio na energia do coração. Dizemos de uma pessoa de bom humor que ela é espirituosa, por isso o mau humor e a falta de garra para viver, também são considerados com desequilíbrios neste par de órgãos.

Com um coração saudável existe uma profunda sensação de prazer por estar vivo. Não apenas prazer por conseguir sobreviver, mas um sincero prazer por estar vivo. As emoções primárias do coração são alegria (em equilíbrio) e tristeza (em desequilíbrio).
Por isso, a alegria demais sem razão evidente (geralmente resultante de um prolongado período de depressão ou tristeza) sobrecarrega o coração.
Sua válvula de escape para alcançar o equilíbrio é o riso, o cantar, etc.

Alguns sintomas gerais de desequilíbrio
Emoções erráticas, problemas de fala, gaguez, nariz avermelhado, calores no rosto, suor noturno, desconforto ao deitar, pressão alta, palmas das mãos quentes e/ou suadas, insônia, riso inapropriado, sede frequente, preferência por líquidos gelados, sensibilidade ao toque, palpitações, problemas cardíacos, angina, gestos ou movimentação dramáticos ou muito exuberantes, dificuldade em engolir, falar muito rápido e atropelado, ulcerações na ponta ou nos lados da língua, sensação permanente de cansaço, obsessão por problemas nas amígdalas (especialmente câncer).

Algumas qualidades psicológicas quando em equilíbrio
Tranquilidade, gentileza, equilíbrio emocional, personalidade coesa, integridade, otimismo, crescimento emocional e espiritual, vontade de viver, serenidade, em pleno controlo dos pensamentos e sentidos, consciência, sabedoria.

Algumas qualidades psicológicas quando em desequilíbrio
O coração é o regente das emoções. Histeria, comportamento errático, alternância entre alegria e tristeza, insaciável sede de amor, ciúme, melancolia, tédio.

O coração é afetado pelo calor excessivo de qualquer espécie (bebidas, temperatura, roupas, etc) pelo pavor ou terror, por emoções extremas de qualquer tipo e por pensamentos negativos.